terça-feira, 19 de maio de 2015

Joe Jammer - Headway

Cover
Músico: Joe Jammer
Disco: Headway
Ano: 2015(*)
Gênero: Blues Rock, R&B, Classic Rock
1. Broken Little Pieces (4:53)
2. Can't Yer Catch? (3:30)
3. Alive Another Day (3:43)
4. Afraid To Make A Friend (4:57)
5. It Wasn't Meant To Be (4:03)
6. Travellin' (2:31)
7. One For The Road (3:59)
8. Cool Breeze (3:15)
9. Axe Me Another (Don't Lose Your Head) (3:35)
10. The Watcher Laments (3:54)
11. Not Tonight (6:01)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Joe Jammer: Guitars, Vocals
Mitch Mitchell: Drums
John Gustafson: Bass
Johnny Contardo: Lead Vocals
Fitzroy "Brother" James: Percussion
Jean Roussell: Keyboards
Poli Palmer: Vibes, Flute
(*) Gravado em 1974, mas nunca lançado anteriormente.
https://yadi.sk/d/dgc4w1UJ3JjPib
Resenha:
O selo Angel Air acaba de colocar no mercado pela primeira vez uma preciosidade: Headway, o segundo e inédito álbum do guitarrista Joe Jammer. Tanto Jimmy Page quanto Robert Plant proclamam-se inventores do apelido para Joe Wright, na época Joe The Jammer, o garoto de Chicago que havia se aproximado deles nos bastidores do Kinetic Playground, durante a primeira turnê americana do Led Zeppelin, em 1969. E o apelido tinha razão de ser: "Porque era tudo o que eu fazia o tempo todo: jams", conta Jammer. Ele foi roadie do Led Zeppelin e técnico de guitarra de Jimmy Page.
7Desde o início, prodígio que era na guitarra, Jammer impressionou tanto o guitarrista do Led Zeppelin que, além de cuidar do arsenal de Gibsons e Fenders do astro em ascensão, ele passou a preencher a agenda de sessões de gravação que Page mantinha como sideman mas estava abandonando.
Empresariado por Peter Grant, o sempre atuante manager do Led, Jammer saiu em turnê na Inglaterra com sua própria banda e gravou um álbum para a EMI, Bad News, lançado em 1972. Quando o segundo álbum foi gravado, John Gustafson havia entrado na banda, no baixo.
10Ainda mais relevante foi a entrada do baterista Mitch Mitchell. "Havíamos nos tornado bons amigos depois da morte de Hendrix; eu estava morando em sua casa em Surrey e, na verdade, estava usando algumas das guitarras e amplificadores de Hendrix", Jammer relembra.
Mas, da série "azarados do rock" surgiu a recusa da Imigração inglesa em receber Jammer de volta no país após uma excursão à Alemanha, já que seu visto havia expirado. Grant ficou de acionar seus contatos e resolver a papelada, mas a agenda do Led Zeppelin provavelmente fez com que ele não lembrasse ou não tivesse tempo. O LP foi arquivado pela EMI, que não poderia ter o músico promovendo-o no país.
2De volta aos EUA, Grant tentou compensar a situação, colocando-o nas aberturas de shows de Maggie Bell e do Bad Company. Mas anos depois Jammer estava vivendo em semi-anonimato no Canadá.
Dois anos atrás, após a morte da mãe, Jammer encontrou os tapes de Headway no porão da casa, e aqui está o fim da história. Temos um álbum de ótimo rock com pitadas de jazz e funk, e, para Jammer, "as melhores performances de Mitch Mitchell após o trabalho com Hendrix" (Ricardo Alpendre, Revista Poeira Zine, São Paulo, nº 59, março/abril 2015, p. 7).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...